Reforço Escolar é bom?

Quais são os benefícios do reforço escolar? Tanto nas escolas públicas ou privadas, vemos que alguns alunos apresentam maior facilidade num determinado tipo de assunto, matéria ou disciplina. Isso é esperado, já que cada aluno é único, e o meio em que vive e sua realidade, interferem nas suas escolhas e afinidades de acordo com seu interesse. Por outro lado, alguns alunos apresentam maior dificuldade na aprendizagem e muitas vezes até uma certa defasagem em relação a sua turma.

Para que estes desníveis não ocorram, e não venha prejudicar o aluno ao final do ano letivo, algumas escolas optam por oferecer reforço escolar aos alunos no período oposto ao ensino regular. Por mais que as aulas procurem atender às necessidades de todos, às vezes, é preciso dispor de um tratamento mais individualizado, até porque a demanda de cada aluno é diferente.

No reforço, os alunos com essas chamadas defasagens – diagnosticadas por professores, com apoio da coordenação ou da diretoria – são reunidos em pequenos grupos para aulas mais dirigidas. Conseguimos assim, resolver problemas pontuais e de assimilação de conteúdo.

O reforço escolar, que tem por objetivo a aprendizagem dos educandos que estão em nível de desigualdade com relação ao ritmo da turma, consolidar e ampliar os conhecimentos, enriquecer as experiências culturais e sociais, para assim ajudá-los a vencer os obstáculos presentes em sua aprendizagem.

Pode ser também, a oportunidade de a criança aprender a estudar de forma diferente da que vinha adotando. Como estará em um grupo menor e com mais atenção do professor, ela perceberá que método funciona melhor: ler em voz alta, fazer resumos ou exercícios.

O principal objetivo do reforço escolar é dar suporte para que a criança supra as suas limitações e dificuldades, avançando no processo de aprendizagem de forma tranquila.